Quintino Aires: O taradão


 Mas que taradão...
Que ironia: o homem é que é Psicólogo, mas parece-se mais com alguém que necessita de  acompanhamento psicológico. Internem o homem! Temos aqui matéria para internamento... Retirem as vossas conclusões:

"(…)Quando ia a funerais, pensava se o morto teria ficado virgem.(…)". Qualquer pessoa (anormal) pensa o mesmo. Eu até me pergunto se o morto lavou a loiça, se estava lavadinho, se bateu uma pívia antes de bater a bota...

"(…)Tenho curiosidade em experimentar sexo com animais, mas não me sinto mentalmente preparado e, como não é uma urgência, posso esperar. ".
Ai ainda não te sentes mentalmente preparado? Deve ser por ainda não teres atingindo um estado de perversão e loucura suficientes para realizar tal nefasto acto... Para o que os animais haviam de estar guardados, coitadinhos desses nobres bichinhos...

Já agora, Zoofilia não é crime? Prendam o homem, pá! E ontem já era tarde...  É este tipo de gente que educa as crianças e que nos "entra" pelas TV’s adentro, como se fossem a voz da razão, aconselhando-nos e essas coisas todas... Fónix, conselhos deste atrasadão?! Não, obrigado... Farto-me de defender que ser livre é fazer o que quisermos, desde que não prejudiquemos os outros; neste caso, este taradão querer fazer sexo com animais. Não se aceita. Que o fechem num espaço, juntamente com um burro com cio, ou um cavalo, como o da imagem a seguir... Aí sim, seria mais justo e honesto. Imagino que o Quintino deliraria com um "bastão" daqueles pelo recto adentro...


P.S.: Já agora, por falar em coisas estranhas... Aqui vai outra pérola dos internamentos por realizar: a Ágata a cantar uma música sobre sexo, e uns miúdos com idades compreendidas entre os 7 e os 12 anos a dançar todos contentes… Será que percebiam o que a letra queria dizer? "Sexo é complexo..." Weird...

Fumar, mata...

    
Já repararam que este País está pobre, doente e violento? 

Um gajo pede um cigarro e leva dois tiros. Isto está bonito, está. É pena não dar para fazer uma reciclagem de pessoas merdosas, por outras boas - é que não estão aqui a fazer nada, não valem três tostões. Sinceramente...

Um cigano passou por ele e deu-lhe uma arma... Pois, isso acontece muito. Já me aconteceu o mesmo. Parece-me ser uma sólida desculpa... Disparou para o ar... Pois, que estranho, mas não matou nenhum pássaro.   

Moral da história: fumar mata. Ainda bem que optei por não fumar. 


P.S.: A notícia é de 2011... Upss!

Professores que são um estrondo...


(In CM)
Ao que parece, antes de morrer, o professor terá exclamado: "Vejam bem com atenção, porque só faço isto uma vez!"

P.S.: Aqueles alunos são uns sortudos, têm um professor que é (foi) um estrondo...

Não somos livres...

(In Notícias ao Minuto)
Esta notícia só vem provar que ninguém é livre de escolher o que quiser, mesmo que as suas escolhas não prejudiquem terceiros. Eu nunca recorri a serviços de prostitutas, nem tenho intenção de o vir fazer mas, uma coisa parece-me ser óbvia: se há quem queira prostituir-se, e se há quem queira recorrer a esses serviços, qual é o problema? Onde está o crime?! Não deveríamos ter livre arbítrio?
Afinal de contas, o que é legal é só o que os Governos nos querem impingir (porque lhes dá jeito)? Não temos direito a vontade própria? Nunca é de mais sublinhar a parte em que digo que devemos ser livres para fazer as escolhas que quisermos, desde que NÃO PREJUDIQUEMOS terceiros.

"Nunca se esqueçam, tudo o que o Hitler fez na Alemanha era considerado legal ."
Quem estiver atento, facilmente se dará conta que somos livres em muito pouco ou quase nada. Querem mandar em nós, querem impingir-nos as suas ideias castradoras, nem os nossos filhos são nossos - eles podem tirá-los quando quiserem. Na teoria, as leis são as mesmas para todos, só que como vemos, para as elites o martelo é de borracha.

Basicamente, só somos livres para poder escolher quem será o nosso próximo dono, que irónico... Conclui-se, então, que temos dois, três, ou quatro caminhos "diferentes" para escolhermos... E, curiosamente, todos esses caminhos vão dar ao matadouro. Esta é a nossa liberdade.

Mais do mesmo, infelizmente...

O FC Porto, este ano, resume-se a isto: O Paulo Fonseca, de pé e calmamente, a bater palmas à desorganização táctica que ele próprio providencia...

Os jogadores demonstram mais "atitude" e "garra", coisa que lhes faltava . Porém, falta ainda organização à equipa do FC Porto. Vi TODOS os jogos do FCP este ano, e constatei  que a equipa adversária era SEMPRE mais organizada: jogando com todos os sectores (defesa, meio-campo e ataque) muito perto uns dos outros. 

Os adversários do FC Porto estão sempre em maioria, em qualquer parte do terreno de jogo. Quanto aos jogadores do FCP, estão muito distanciados uns dos outros... Com esse afastamento dos jogadores, facilmente se perde a bola ou se falha um passe. Em situações de contra-ataque, quando um jogador do FCP rouba a bola ao adversário, por norma, não pode ir na direcção da grande área adversária; tem de esperar pelos seus colegas que estão muito distantes e atrasados, ou tem simplesmente de atrasar a bola.

Este Porto é um caos, e está visto que o problema não é tanto dos jogadores, mas da forma como eles estão organizados e espalhados pelo campo. Essa área é da competência da equipa técnica...

Enquanto a Direcção do clube assobia para o lado e não quer ver o que está à vista, o FC Porto vai dando alegrias aos seus adversário (todos os que jogarem contra ele); pior, vai caindo em todas as provas que disputam. É verdade que o FC Porto ainda não está eliminado da Liga Europa, mas há que convir que é o mais provável. Não estou a ver este Porto, ainda que com melhor atitude, a ir jogar à Alemanha, contra um adversário que sabe ocupar os espaços, fazer pressão, e rematar à baliza...

video 
Vídeo retirado da página do Facebook  

Eu gosto muito do Paulo Fonseca, parece-me ser boa pessoa e muito porreiro mas, infelizmente, isso só não chega, e para se ser treinador é necessário saber mais do que aquilo que ele revela saber. Estou  realmente desejoso que o Paulo Fonseca vá para Leverkusen e fique por lá...

Quem nos Governa tem as melhores intenções...

Imagem retirada do Canal#moritz @Ptnet
Depois do Passos Coelho ter dito isto [ver imagem], o Presidente da República de Portugal, Aníbal Atrasado Silva, teceu o seguinte comentário à imagem acima, no seu Facebook:
O Parvo Coelho é que sabe, e sabe muito... Vejam a lógica dele: a culpa é sempre do povo. "Entrámos" em crise, e ele diz que a culpa foi dos portugueses, que viveram acima das suas possibilidades (sempre que me lembro disto, não consigo deixar de rir)... Então, vá de nos dar na cabeça, aumentaram os preços dos produtos essenciais (e não só), retiraram-nos os poucos direitos de trabalho que tínhamos, aumentaram a carga horária, diminuíram-nos os salários, aumentaram os impostos, etc, etc, etc... Ficámos de tal forma, que  já se vai considerando um luxo comer 3 refeições de jeito, por dia. Contudo, com estas medidas que nos foram impostas (e nas suas palavras, para o nosso bem), a crise piorou... E o que diz sua "excremência"? Diz que a culpa é do povo... Porque não compra tanto como eles gostariam... Bravo... Bravo...

Já o Hitler, no seu tempo, culpava os Judeus por morrerem. É que, supostamente, ele achava que quando os queimavam e os colocavam nas câmaras de gás, eles vinham de lá mais "rijos" e cheios de saúde - curiosamente até vinham mais rijos... No fundo, Hitler, juntamente com os seus compinchas, eram tão bem intencionados quanto o nosso governo. E a culpa de não os compreendermos é nossa, como é óbvio.

P.S.: Acho que o Atrasado Silva meteu "gosto" na foto do Parvo Coelho.

"Penso" que existem decotes mais interessantes do que certos filmes...

"Decote de Sofia Ribeiro eclipsa estreia de filme"
Pois é, este é um daqueles casos em que, para mim, os decotes e os pensos nas "xuxas", se tornam mais interessantes do que certos filmes portugueses. Eu ainda não vi o filme, mas depois de ver isto, e sabendo eu como costumam ser os filmes portugueses, não tenho vontade nenhuma de o ir ver. Eu até acho que temos bons actores; agora, os textos são um bocadinho "boring"...

P.S.: Nem sei de que filme é que se trata. 
 

Excelentes notícias para a realizaçao das praxes integradoras

(In CM)
Ora cá está, estas são óptimas notícias para os universitários que gostam de integrar os novos alunos - nunca sei bem se é "integrar" que eles querem dizer, ou se é "afogar"... 

Como facilmente podemos constatar, lendo a notícia, hoje estão reunidas todas as condições para se poderem realizar umas boas praxes. Portanto, sugiro que vistam os fatinhos negros de super-heróis, com as condecorações bem visíveis na capa, e rumem em direcção ao mar, juntamente com os vossos "bichos"... Coloquem-se perto do rebentamento das ondas e esperem pela "surpresa". Ah! Não se esqueçam de levar cordas e umas pedras bem pesadas para atar aos tornozelos; façam um nó de marinheiro, esse não falha. Garanto-vos que todos se afogarão integrarão...
 

Mais um prego para os nossos caixões...

(In CM)
Então e não é bom sermos livres e podermos escolher, "livremente", quem manda em nós? Então tomem lá! Costuma-se dizer, quando se vai "adoptar" um cão, que é o cão que escolhe o dono... Interessante, vejo algo muito semelhante a passar-se nos governos, nas relações amorosas, etc. As pessoas preferem escolher o dono, ou então, preferem ser elas próprias o dono. Curiosamente, não vejo grande preocupação em não interferir negativamente na vida uns dos outros. "Só se tem o que se merece!" Ná... Discordo. Eu e muita gente não merecíamos isto. Agora, e outras pessoas? Ah, sim. Merecem tudo de mau que lhes possa acontecer, pois foram elas que assim o escolheram.

Então, esperavam que as condições económicas e familiares fossem colocadas junto com o pacote? E o Hitler sentia algum remorso pelo que fazia aos Judeus (e não só)?! Pois... Eles estão sempre a pensar no vosso bem estar. Nas próximas eleições vão lá novamente escolher um dono; o que ladrar melhor.

O verdadeiro caso de Benjamin Button...

A versão verídica do Benjamin Button... Gosto é do pormenor em que se específica a idade, 41 anos. O tipo não tem mais nem tem menos, tem 41 anos, só de se olhar para a cara. Na verdade, existem pessoas que têm uma cara muito característica, de 30 anos, de 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43...

O dia dos namorados...

Uma vez por ano, todos os anos, no dia 14 de Fevereiro, ocorre um fenómeno extremamente raro e romântico: os casais que normalmente não se podem ver, juntamente com os que se encornam mutuamente, demonstram publicamente - e demonstram aos seus parceiros - que, faltas de respeito, traições e agressões à parte, realmente gostam deles. Claro que, depois desse dia,  volta tudo à normalidade. Ou seja, voltam a dar-se mal, a trair e a falar mal uns dos outros. É muito romântico...

Mas nesse dia, também há quem não tenha mãos a medir. A par do Natal, o Dia dos Namorados é um dia muito agitado para quem "pula a cerca", pois têm que "regar" um pouco mais as suas heróicas conquistas. Nem tudo é curtição e rambóia, também há que fazer alguns sacrifícios, nem que seja duas vezes por ano...

Por último, também devo assinalar que existem casais que não ligam muito a estas datas, pois para eles, respeitar, acarinhar, ajudar, zelar e amar o outro, acontece diariamente de uma forma natural. Portanto, para esses casais, o dia 14 de Fevereiro não foge, em nada, da sua rotina diária.

Efeitos da radiação de Fukushima...

Cá está, foi descoberto um dos afectados pela radiação de Fukushima... Ao que parece, goza de uma perfeita saúde e não lhe faltam braços para segurar a família.

Zombies em Mangualde

"Família de aluno que mordeu colega impede acesso à escola"
"A família do aluno de seis anos, que na terça-feira foi suspenso após ter mordido uma ..colega, protestou, na manhã desta quarta-feira, em frente à escola de Mesquitela, em Mangualde, impedindo a entrada de professores, funcionários e alunos."
Ao que parece, em Mangualde, uma família "infectada" bloqueou o acesso à escola... Teme-se uma epidemia.

Hoje em dia, defendem-se os pequenos demoniozinhos como se eles fossem anjinhos. Os miúdos têm licença para asneirar, seja na Escola, com os amigos, ou onde calhar. Claro que  podem fazer o que quiserem, desde que não estejam na presença dos pais - que é para os papás não ficarem mal vistos. Depois, se a criança fizer algo de errado, os pais, juntamente com os seus egos inchados, saltam em defesa dos pequeninos terroristas. Para os pais, os seus filhos são sempre os melhores, porque eles acham-se, efectivamente, bons pais - apesar de serem, na sua maioria, pais ausentes. Protegendo-os de todo o mal que façam, parece ser uma forma que os pais encontram para os compensar de tudo aquilo que não lhes dão: carinho, atenção, compreensão, amizade e amor, só para citar alguns. É aí que acontece a merda. E é aí que acabam por contribuir, com mais lixo, para esta, já de si imunda, sociedade .

Para mim, a maior parte das pessoas não tem o equilíbrio psicológico e emocional suficiente para poderem ser pais. Até vou mais longe: a maior parte das pessoas não tem o equilíbrio psicológico e emocional necessário para viver num mundo civilizado. É verdade que, na educação de uma criança, as variantes que a podem influenciar são inúmeras. O que acontece é que têm de ser os pais a estar atentos, a"interpretar", a "descodificar", a fazer a "triagem" (do que interessa e do que não interessa), para depois poderem ensinar a criança. E é isso que falta à maioria dos pais: inteligência, interesse pelo que os filhos fazem durante o dia, explicações sobre o que está certo ou errado.

Quanto a mim, ter filhos sem ter as condições que referi há umas linhas atrás, é a mesma coisa do que fazer uma "queimada" sem tomar as devidas precauções e sem chamar os bombeiros, fiando-se apenas que o vento não irá soprar mais forte. O resultado está nestes "incêndios", nesta destruição que está perante nós, e cuja tendência é para piorar...

Memória Rambo...

Espero que alguém ajude este jovem...